Review / Análise: Gladiador (2000).

Gladiador, filme dirigido por Ridley Scott é o tipo de filme que agrada, e agrada muito. Com o seu ponto de vista sobre a Roma Antiga, somos levados a encarnar a pele de um Comandante que vira escravo, e de um escravo que vira gladiador.… Leia mais Review / Análise: Gladiador (2000).

Anúncios

Ubisoft solta catálogo para BGS 2017

Chega de Olimpíada, ou não… E vamos falar de jogos, e mais jogos. Agora, o evento depois da Tokyo Game Show que mexe com os corações do público brasileiro aficionado por games é a BGS, feira que ocorre lá em São Paulo e que um dia eu irei, com toda certeza. Enquanto esse amado dia não chega, posso apenas noticiar o que vai rolar de bom e melhor lá, e nesse meio tempo, a Ubisoft, dona de agradáveis franquias como a do matador de parkour (vulgo Assassin’s Creed) terá um mega estande para mostrar que entende do mercado nacional, e que está disposta, mesmo com todos os problemas, a se encaixar por aqui, não como certas empresas (te amo Nintendo, mas não dá!). Segue então uma palhinha de tudo que vai rolar pelo lado da Ubi em São Paulo por volta do mês de Setembro. … Leia mais Ubisoft solta catálogo para BGS 2017

Região de Kanto; uma breve introdução!

Saudemos a região de Kanto, lar da primeira geração de Pokémon, e de ninguém menos do que Ash… Não, desculpe, do que Red e Green, sendo o último, o lendário treinador que habita o gelado cume do Monte Silver, a espera de alguém que possa derrotá-lo um dia, assim como seu eterno Raichu. Com uma vasta paisagem, o primeiro guia desta série abordará uma leve introdução, ou seja, os iniciais que ninguém nunca esquece e que são marcas registradas na franquia, os lendários e todas as versões remakes que tem Kanto como referência. Pois bem, embarque em seu S.S. Anne, aporte em Vermilion, curta um momento telepático com Sabrina em Saffron, e quem sabe, você não encontra o Mewtwo na misteriosa caverna ao norte de Cerulean. Seja bem vindo a região de Kanto!… Leia mais Região de Kanto; uma breve introdução!

O Labirinto do Fauno (2006): o que achei?

As vezes, o mundo fantástico pode ser bem assustador. Quiçá digam os irmãos Grimm, ou os primeiros contos de fadas ainda na Idade Média, onde os vilões eram mortos da pior maneira possível. E, entrando nessa pegada fantástica, temos uma obra de Guillermo del Toro com um toque gótico, sombrio mas belo, assim como o gótico pretende ser (digo o estilo!). Em O Labirinto do Fauno, somos apresentados a psiquê de Ofélia, que busca encontrar uma saída para a triste vida que leva; maltratada pelo padrasto, um general da Guerra Civil Espanhola, a garota passa a vivenciar criaturas fantásticas, perigos que farão suar qualquer um e torcer por ela; tudo para descobrir a verdade sobre o seu passado. Mas não pense que o filme seja somente isso, há uma mensagem profunda, política, social e psicológica por trás de seus atos, com um roteiro digníssimo de nota e atuações espetaculares. E então, que tal dar uma olhada e ver se realmente vai te agradar?… Leia mais O Labirinto do Fauno (2006): o que achei?

Candle Cove, o programa fantasma!

Dando continuidade as nossas lendas que perturbam a mente daqueles que a procuram, depois de Lavender Town, a cidade nenhum pouco acolhedora de Pokémon Red e Green, que tal falarmos agora de uma outra, dessa vez de um programa de TV, que pode existir ou não existir ao mesmo tempo! Não, isso não é o ensaio do gato de Shordinger nem uma aula de física de partículas, mas conheçam a história de Candle Cove, um desenho pra lá de macabro que – segundo fontes – teria sido lançado na década de 70 lá nos States. O problema era que até então, nenhuma TV por lá declarou que lançou esse desenho, da mesma forma que os pais das crianças que assistiram, que lembravam esporadicamente de detalhes de toda a cena teatral, apenas viam chuviscos enquanto seus filhos diziam estar assistindo piratas e tudo mais… Então, você vai encarar?… Leia mais Candle Cove, o programa fantasma!

Dragon Quest X no NX é confirmado!

Bem, quem se toca no mundo gamístico, sabe que o NX – a nova plataforma da Nintendo – deve bater as asinhas em breve, no início de 2017, e é claro que a essa altura, as empresas começam a mostrar o que pretendem, o que acham, o que desejam, o que cobiçam, tudo isso e muito mais do novo sistema. Como é ainda lua de mel, temos todo mundo falando bem, e os primeiros jogos aparecendo; dessa vez da Square Enix que confirmou com total veemência que Dragon Quest X (jogo que já andou por várias, várias plataformas) chegará ao NX em sua versão “final”, “atualizada” e “climática” – essa última palavra vinda diretamente do diretor!… Leia mais Dragon Quest X no NX é confirmado!

Civilization 4; o que achei?

Que tal se tornar Imperador do Japão? Autocrata de Todas as Rússias? E Presidente dos Estados Unidos? É o que Civilization 4 vai te oferecer com todo o luxo, glamour e conflitos que no mundo real você vivenciaria. Sabe aquele momento que você não tem nada pra fazer, mesmo já tendo jogado mais de uma vez um game, então. Eis que Civ 4 me chama a atenção, e decido para o bem geral da nação fazer uma leve análise sobre esse game que tem tudo de bom, tudo mesmo. Como eu gosto de dar spoiler antes mesmo de tudo ser lido, já vou logo falando que você não vai se arrepender de modo algum se deixar, tipo, um dia inteiro pra jogar essa maravilha. Vem ver mais sobre e quem sabe você não vai ser o nosso próximo diplomata?… Leia mais Civilization 4; o que achei?

Brasil em Civilization 6, e de verdade!

Tudo bem que o BR já foi chamado de anão diplomático, mas olha só quem vem dando mais atenção pra gente? O mundo dos games! Isso por que a franquia Civilization, depois de colocar D. Pedro II numa expansão de sua antiga versão, a quinta no caso, decidiu colocar de uma vez por todas como inédito, o Brasilzão, mesmo que no Império como jogável. Pedro II, o último Imperador será o líder local, e várias funcionalidades diferentes, inclusive o Carnaval foram divulgados. Então, pra quem é patriota ou queria jogar como um BR, agora Civilization 6 lhe dará esta oportunidade…… Leia mais Brasil em Civilization 6, e de verdade!